WhatsApp irá permitir serviços de marcas dentro do app

O WhatsApp vai finalmente dar um passo importante na integração com o modelo de negócio do Facebook. A empresa acaba de anunciar que dará início aos projetos de negócios para empresas no aplicativo. Além disso, a marca planeja disponibilizar sua base – que conta com mais de 1 bilhão de usuários – com a rede social de Zuckerberg. A ação deve acontecer apenas em janeiro do ano que vem, mas hoje mesmo o WhatsApp atualizou seus termos de serviço em preparação para testes com usuários selecionados “nos próximos meses”.

O aplicativo de mensagem instantânea irá oferecer às marcas serviços de informações aos usuários, como notificações de voo, recibos e rastreamentos de entregas. Por exemplo, o usuário poderá ser informado sobre o status de um voo que ele vai embarcar ou receber via WhatsApp um recibo de algo que comprou.

Outra forma de conectar marcas e usuários seria através de ações de marketing. Segundo o anúncio oficial do WhatsApp, as mensagens poderiam conter ofertas das empresas, mas com cuidado para não tornar-se algo invasivo. “Nós não queremos que você tenha uma experiência de spam; Tal como acontece com todas as suas mensagens, você poderá gerenciar essas comunicações e vamos honrar as escolhas que você faz”.

Quanto ao formato, a empresa ainda não revelou se as mensagens serão introduzidas por meio de “push” e se as marcas terão contas oficiais no aplicativo. O que foi confirmado é que não haverão banners ou anúncios no app. Além disso, a empresa passará a compartilhar os dados de sua base, como número de telefone dos usuários, com o Facebook, que adquiriu o app no ano passado. Mas deixou claro que as informações não serão abertas em nenhum momento: “na verdade, o Facebook não vai usar suas mensagens WhatsApp para qualquer finalidade que não seja para nos auxiliar na operação e prestação de nossos serviços”.

O WhatsApp tem sido bastante vago sobre seus planos para agora, por isso vamos ter que esperar até que ele comece seus testes de negócios.

Via: ADNEWS



Deixe uma resposta